ESPANHA: Justiça aceita denúncia, e 41 pessoas são acusadas de manipulação em jogo na Espanha

Espanha (2)

O Tribunal de Instrução número 8 da cidade de Valência aceitou, nesta quarta-feira, a denúncia por parte da Procuradoria Anticorrupção da Espanha de manipulação de resultado na partida Levante x Zaragoza válida pela última rodada do campeonato nacional de 2010/2011.

No total, são 42 acusados (41 pessoas e o Zaragoza, como pessoa jurídica) de terem combinado a vitória do time de Aragão, evitando assim sua queda para a segunda divisão e fazendo o Deportivo la Coruña ser rebaixado.

O duelo acabou em 2 a 1 para o Zaragoza, que à época contava com Gabi (hoje no Atlético de Madri) e Ander Herrera (atualmente no Manchester United) em seu elenco, além de Javier Aguirre, treinador da seleção japonesa, no banco de reservas.

A Procuradoria Anticorrupção estuda o caso desde 2013, ouviu vários dos acusados durante o ano passado e anunciou em dezembro último que apresentaria a denúncia na Justiça.

Segundo a investigação, o então presidente do Zaragoza, Agapito Iglesias, teria conversado diretamente com jogadores do Levante para acertar a entregada da partida decisiva. A procuradoria apoia sua acusação em um informe da Unidade de Apoio da Agência Tributária espanhola sobre as contas bancárias dos atletas supostamente envolvidos nesta fraude. Se a manipulação do resultado for confirmada, os jogadores e o ex-presidente do Zaragoza devem ser acusados de corrupção, podendo ser condenados de seis meses a quatro anos de prisão pelas leis espanholas.

Então jogador do Zaragoza, Gabi admitiu ter recebido dinheiro no dia do jogo, mas negou que tenha participado da manipulação. “Fiz o que Agapito me pediu. Não tenho registro de que (o dinheiro) chegou aos jogadores do Levante, nem sei o que aconteceu com esse dinheiro”, disse o meio-campista, que garante ter devolvido o montante ao presidente no mesmo dia.

O mexicano Javier Aguirre também garantiu inocência. “Eu trabalhei no futebol espanhol por 12 anos e não estive envolvido em nada que vá contra a ética e o profissionalismo”, disse o técnico durante entrevista no Japão em dezembro. “Eu não recebi nada. Eu não pedi nada”, completou, prometendo cooperar com as autoridades.

Veja abaixo a lista de todos os acusados:

1. Real Zaragoza S.A.D
2. Agapito Iglesias (presidente do conselho administrativo do Zaragoza)
3. Javier Porquera (conselheiro)
4. Paco Checa (conselheiro)
5. Antonio Prieto (diretor esportivo)
6. Javier Aguirre (técnico)
7. Maurizio Lanzaro (jogador)
8. Toni Doblas (jogador)
9. Paulo Da Silva (jogador)
10. Jorge López (jogador)
11. Ander Herrera (jogador)
12. Braulio Noriega (jogador)
13. Leo Ponzio (jogador)
14, Gabriel Fernández ‘Gabi’ (jogador)
15. Carlos Diogo (jogador)
16. Ivan Obradovic (jogador)
17. Ikechuku Uche (jogador)
18. Adam Pinter (jogador)
19. Javier Paredes (jogador)
20. Leo Franco (jogador)
21. Jiri Jarosik (jogador)
22. Nico Bertolo (jogador)
23. Said Boutahar (jogador)
24. Ángel Lafita (jogador)

Pelo Levante, todos eles jogadores:
25. Miguel Pallardó
26. Gustavo Munúa
27. Héctor Rodas
28. Rafa Jordá
29. Rubén Suárez
30. Xavi Torres
31, Cristian Stuani
32. Welligton Da Silva
33. Jefferson Montero
34. Miguel Robusté
35. Javi Venta
36. Manuel Reina
37. Felipe Caicedo
38. Vicente Iborra
39. Francisco Javier Muñoz ‘Xisco’
40. Sergio Ballesteros
41. Juanfran García
42. David Cerrajería ‘Cerra’

Fonte: ESPN

AGENTES DESPORTIVOS_Page1   AGENTES DESPORTIVOS.
 hi

DESDE 2004

JOGO REMOTO   Observatório do Jogo Remoto.   Jogo Responsável   Jogo Excessivo   Regulação   Fraude Desportiva.   Responsible Gambling
 
OJR   Visite o Observatório do Jogo Remoto… aqui
 
  Visite a nossa página no facebook … aqui
 

Related Posts

Leave A Response

Example Skins

dark_red dark_navi dark_brown light_red light_navi light_brown

Primary Color

Link Color

Background Color

Background Patterns

pattern-1 pattern-2 pattern-3 pattern-4 pattern-5 pattern-6

Main text color